Luiz de Mattos em sua época foi um espírito incansável, foi um bravo e duplamente abolicionista. Lutou pela liberdade do homem escravo do próprio homem. Mas também lutou pela liberdade do homem escravo dos dogmas escravagistas e grosseiros, liberando o pensamento do homem travado nas amarras do misticismo religioso, levando-o ao auto conhecimento de si próprio como Força e Matéria.

O espaço - Por Luiz de Mattos

clique em qualquer foto
para ver como SLIDE
Por mais que o ser humano dê expansão aos seus conhecimentos, por mais que os analise e neles se aprofunde, não poderá penetrar, partindo da limitada posição que ocupa neste planeta, toda a extensão infinita do Espaço.

A mente, embora possa avançar até um certo ponto, fica sempre sem atingir a meta extrema, que se encontra sob o domínio de valores absolutos.

Perdem tempo os que se preocupam, em demasia, com a definição integral do problema do Espaço para abranger a sua concepção total, porque somente a Inteligência Universal é detentora de tão completo saber.

Atrair o Bem, Repelir o Mal e Cumprir o Dever - Por Luiz de Mattos

Todos os seres humanos são dotados, dentre outras, da faculdade de intuição – faculdade mais receptiva e mais sensível em uns do que em outros.

Por meio dela, espíritos desencarnados que perambulam na atmosfera da Terra, em estado de perturbação (nesta obra genericamente mencionados pela designação de astral inferior), interferem na vida e nos pensamentos dos seres encarnados, levando-os – quando estes não reagem por meio do pensamento acionado pela vontade consciente – a cometer as piores ações, fazendo-os chegar, frequentemente, à obsessão.

Contra essas influências são perfeitamente inúteis os apelos a hipotéticos deuses e santos, geralmente formulados pelos que desconhecem estes princípios básicos e fundamentais da vida universal: atração e repulsão, ação e reação, causa e efeito.

Precisam os seres, por isso mesmo, conhecer a ação do pensamento, o poder da vontade, a força psíquica de atração que tanto poderá ser exercitada para o bem como para o mal, conforme a natureza dos pensamentos que a dinamizarem e, conseqüentemente, os recursos, os meios, os elementos que todos indistintamente possuem para atrair o bem e repelir o mal.

Convite de aniversário dos 105 anos - Filial Santos - Racionalismo Cristão - 2017


É com grande satisfação que convidamos para os eventos a serem realizados na Filial Santos do RACIONALISMO CRISTÃO em comemoração aos 105 anos de inauguração do atual prédio da Filial. Avenida Ana Costa 67 - Vila Mathias – Santos – SP


Reunião Cívico-Espiritualista
Dia 30-6-2017
Sexta-feira 20:00hs

e no Sábado dia 01/07/2017
das 8,30 às 13:00hs
V Curso Atributos do Espírito

Por que negar negar a reencarnação - Por Luiz de Mattos


Por que as religiões ocidentais tanto se empenham, tanto se esforçam, tanto se obstinam em negar a reencarnação? Por que tão intransigentemente a combatem, a despeito das gritantes e insuspeitas provas da sua existência real? Por que persistem no desconhecimento de tantos e tantos fatos que exaustivamente a comprovam, de que está cheia a história da humanidade?

A resposta é fácil: reencarnação e salvação são idéias que se atritam, que se agridem, que se chocam, porque antagônicas e irredutivelmente inconciliáveis.

Ora, no conceito de salvação – intimamente ligado aos favores do perdão – está precisamente a base em que se apoiam essas religiões.

Convite a todos aqueles que...

CONVITE

Casa-Chefe Rio de Janeiro
A todos aqueles que por algum motivo se decepcionaram com a vida, pelo sofrimento, solidão, bulling, pela enganação mundo afora, não se crucifiquem, nem se mortifiquem, nem se culpem, ou aqueles que vivem num momento de bonança, venham estudar conosco! 

Nós estudiosos da Doutrina Racionalista Cristã, continuadora da obra de Jesus, dedicada ao esclarecimento da humanidade, fundada pelos humanistas, Senhores Luiz José de Mattos e Luiz Alves Thomaz, convidamo-vos a assistirem às nossas reuniões espiritualistas e conhecer os benefícios da corrente fluídica em uma de nossas Casas mais próximas, que acontecem as 2as, 4as, e 6as feiras, das 20,00 às 21,00 horas, as portas ficam abertas entre as 19,20 e as 20,07 horas. A entrada é franca e todos serão bem-vindos!

Racionalismo Cristão 100 anos – Por Jornal da orla

Há cem anos em Santos, em uma solenidade no dia 26 de janeiro de 1910, no edifício número 190 da Rua Amador Bueno, nascia o Centro Amor e Caridade de Santos, berço mundial do Racionalismo Cristão.

Há cem anos em Santos, em uma solenidade no dia 26 de janeiro de 1910, no edifício número 190 da Rua Amador Bueno, nascia o Centro Amor e Caridade de Santos, berço mundial do Racionalismo Cristão. Depois de 18 meses, em 21 de junho de 1912, seria inaugurada a primeira sede, na Avenida Ana Costa, 67, que até hoje abriga as reuniões da doutrina filosófica.

Entre os nomes que assinaram aquela ata de 26 de janeiro de 1910 está o criador da doutrina, Luiz José de Mattos, que presidiu a reunião.

Nascido em 1860, chegou com 13 anos ao Rio de Janeiro e, aos 15, muda-se para Santos e, em plena efervescência da economia do café, prospera, sendo considerado um dos maiores experts do ramo na cidade, já ao tempo o maior porto exportador de café do mundo.

O surgimento do Jornal A RAZÃO - 100 ANOS - Por Flavio Faria

Jornal A Razão
100 ANOS
Neste ano de 1916, por ordem do guia do Centro Espírita Redentor do Rio de Janeiro, Padre Fonseca, foi fundado por Luiz de Mattos o jornal A Razão, cujo primeiro número circulou em 19 de dezembro de 1916.

Neste jornal, Luiz Thomaz aplicou algumas centenas de contos de réis, certo de que saberiam administrá-lo a contento.

Luiz de Mattos, através do seu artigo “Nota”, que saía sempre na mesma página e lugar, fazia doutrinações diárias a governos, a ciência, ao clero, aos sectaristas, as forças armadas, aos civis, desde o industrial ao operário, do lavrador ao vendedor e ao consumidor. O jornal A Razão sempre esclareceu e procurou dar rumos às massas, procurando a regeneração moral da humanidade.

Luiz de Mattos - Por Josué Vagner de Campos Pereira

Selo 100 anos - emitido em 3 de janeiro de 1960
Aos 23 anos tornou-se comerciante de café na praça de Santos. Posteriormente, dedicou-se a vários empreendimentos, como o Banco de Santos e uma estrada de ferro.

Luiz de Mattos – Nasceu na Vila de Chaves – Província de Trás-os-Montes (Portugal), a 3 de janeiro de 1860, era filho de José Lavrador e Casimira Júlia de Mattos Chaves.

Seu pai era natural de Orence, Província de Galiza (Espanha), descendente em linha direta da família de fidalgos Lavradores.

Sua mãe era descendente dos grandes lutadores e fidalgos Mattos Chaves, fundadores da linda, hospitaleira e salubérrima Vila de Chaves.


Aos 13 anos, no ano de 1873, veio para o Brasil, desembarcando nesta cidade do Rio de Janeiro, onde o aguardava o seu irmão, já negociante, em Santos, Vitorino de Mattos Lavrador, e no Colégio São Luís, em Botafogo, internado foi por algum tempo, a fim de seguir estudos.

Encontramos pela primeira vez o nome de Luiz de Mattos, citado pelos historiadores da campanha abolicionista em Santos, numa reunião, em 1882 Luiz de Mattos tinha apenas 22 anos de idade  (palmas prolongadas) para a criação dum reduto para os escravos fugidos, espécie de Quilombo, (hoje Bairro do Jabaquara, Santos) como refúgio geral e único, ao invés de se ocultarem nos porões e quintais de casas amigas.

Os sofrimentos são para os... - Por Luiz de Mattos

Os sofrimentos são para os fortes de espírito, que os impulsionam para a frente, porque tudo reside dentro do eu da criatura, e ela, sabendo raciocinar com valor, resolve muitas vezes coisas que lhe parecem difíceis, com relativa facilidade.

Os sofrimentos são para os...
Por Luiz de Mattos

Fonte: